Você está em: Histórias que Inspiram
Publicado em 11/06/2019
Tempo de leitura: 2 minutos

Costureira encontra na doença o combustível para realizar o sonho de ter o próprio ateliê

A costureira Amélia Pestana viu o mundo desabar quando recebeu o diagnóstico de câncer na tireoide. Precisou mudar, não somente planos para que pudesse dar início ao tratamento, mas também passou a ter outras necessidades. A descoberta da doença foi o pontapé que ela precisava para buscar a própria felicidade.

“A maneira como enxergamos a vida resulta diretamente no que ela nos devolve. Já ouvi de algumas pessoas que, após os 50 anos, é o início do fim. Mas essa teoria não se aplicou a mim, foi exatamente aí que renasci”, disse.

Após muito tempo trabalhando em um ateliê que dividia com outras pessoas, conversou com os filhos e resolveram iniciar uma nova vida em relação aos negócios. “Com muita procura, achamos o local ideal, um ponto existente há mais de 15 anos. Colocamos ali nosso modelo de negócios em prática, foi maravilhoso recomeçar num cantinho só meu. Isso me deu muita alegria”.

Mas isso não foi fácil. Três meses após a abertura da loja, o estabelecimento precisou ser fechado por 15 dias para que Amélia passasse por uma cirurgia de retirada da tireoide. Aproveitou para reformar o cantinho, que já contava com boa clientela.

“Me recuperei da cirurgia e voltei a trabalhar com força total. Hoje, enxergo que tudo que passou foi fundamental para que começar a acreditar em mim mesma. Nunca é tarde demais para recomeçar”, enfatizou.

Livre do câncer e de todas as outras situações que causavam frustrações na vida, a costureira aconselha a todos: Não espere algo de ruim acontecer para decidir mudar o que não está bom.

Redação

Portal Viver em Santos e Região

O Portal Viver em Santos e Região é uma marca de referência em notícias colaborativas na Baixada Santista, com o objetivo de promover a cidadania entre os moradores e admiradores da nossa região.