ANIVERSÁRIO DE SANTOS: 474 anos de muita história

A Cidade de Santos comemora neste domingo (26) mais um aniversário. O maior município do litoral paulista é considerado um dos melhores locais para se morar no Brasil.

Além da tranquilidade e aquele clima praieiro, quem anda pelas ruas consegue sentir a história por trás de cada construção.

Conheça agora as principais curiosidades sobre a cidade.

Cidade Porto
Em Santos, está localizado o maior porto da América Latina, responsável por promover a economia crescente, focado em turismo, comércio e pesca. Hoje, a movimentação de cargas de toda a cidade compreende a uma das 5 “não capitais” mais importantes do país.

Bolsa do Café
Há também a Bolsa do Café, que serviu para as negociações do mercado cafeeiro no país e que marcou o tempo em que a economia era centralizada no produto. Por lá, é possível conhecer a trajetória do produto pelo Brasil.

Cartão postal – os jardins de Santos
Os 7 km de jardins não passariam despercebidos. Moradores e turistas param com frequência para admirar a variedade de flores e para apreciar o clima confortável. Mas você sabia que o Guinness Book (Livro dos Recordes) listou os jardins da orla de Santos como formadores do maior jardim frontal de praia em extensão do mundo? Os “santistas raízes”, por isso, se preocupam com a preservação da flora e sempre cobram para que outras pessoas façam o mesmo.

Vocabulário próprio
“Me encontra na Praça do Moby”, “Moro no C3”, “Me vê uma média e um pão de cará”… Você, com certeza, já falou em algum momento alguma dessas frases. Pode parecer super normal, mas a “turistada”, que nós apelidamos sempre de “paulistas”, independente de qual seja a cidade de origem, nem sempre entende.

O santista tem um vocabulário próprio! E é por isso que acabam se reconhecendo em diversos lugares do Brasil e até do mundo.

Expressões de destaque: Baciado, Camelo, Magrela, Litoral (usado para se referir a Guarujá ou Bertioga), Mago, Dois Palitos, Breja, Média.

Look oficial
Santista que é santista usa o look oficial de Santos, que consiste, basicamente, em: usar bermuda/shorts e chinelo em – simplesmente- quase todas as ocasiões. Ir para o shopping, a um restaurante, encontrar o crush… Todo o local é perfeito para usar “havaianas”. Afinal, não importante onde estejamos, estamos sempre na praia.

“Não tem nada para fazer”
A principal reclamação dos jovens e até de alguns adultos é a falta de “rolê” em Santos. Mas a cidade é repleta de opções de restaurantes de conceitos diferentes (praieiros, podrão, comida japonesas, mexicana, italiana, chinesa, árabe, fitness…), além de ter cinema com filmes atuais em cartaz e até filmes mais “cults” no Posto 4. Artistas vêm sempre à cidade para shows e peças de teatro, fora os eventos elaborados pela Prefeitura e empresários que promovem a cultura geek, oferecem festival de food truck, expo mineira e muito mais.

Na verdade, na verdade… apesar de todo mundo dizer que “nunca tem coisa para fazer”, sempre tem, mas o vício por fazer os “rolês” de coração é maior.

Emissário Submarino
O Emissário Submarino é ponto de encontro em todos os dias da semana. Pista de Skate e patins, Museu do Surf, ambulantes vendendo comidas deliciosas, muros com grafites incríveis, bancos ideais para botar o papo em dia com amigos. Além, é claro, do marco do local: o monumento de Tomie Ohtake.

A informação que muitos não sabem é que esse lindo espaço é muito importante, pois tem a função de difundir, em alto-mar, o material previamente tratado na Estação de Precondicionamento de Esgoto de Santos (EPC).

Música Santista
“Eu vim de Santos, sou Charlie Brown”. A Charlie Brown Jr. foi uma banda de rock que nasceu aqui e levou o nome da nossa cidade para o resto do país. Todos os membros nasceram em Santos, com exceto o vocalista Chorão, que nasceu em São Paulo. Entretanto, o amor dele pelo município era enorme.

E não só a Charlie Brown nasceu aqui. Santos também foi berço de outras bandas que já receberam destaque. A banda Aliados, por exemplo, já gravou uma música com Di Ferrero e teve músicas como trilha sonora de Malhação e de séries da Multishow.

Santos mencionada em músicas
“Pelados em Santos”, do Mamonas Assassinas, foi a música mais famosa em que a cidade foi mencionada. Mas uma que é considerada um verdadeiro ícone para os santistas é a “Santos, cidade linda”, cantada por Marcelo Totti.

Na letra, Totti ressalta que o município só tem gente bonita e que é consagrado pelo mundo inteiro, “igual o Rio de Janeiro”. Na época de lançamento, não havia que não falasse da música e do clipe.

Santistas em Reality Shows de sucesso
Os caiçaras têm muito sucesso em diversos reality shows. Fernando Russel ganhou o “Melhor Hamburguer do Brasil”, do programa Mais Você; Renata Santti e Kenya Borges ganharam a “Corrida das Blogueiras”, do Canal Diva Depressão; Dário Costa foi um dos três finalistas do MasterChef; Diego Higa foi uma das estrelas de um reality de corrida da Netflix. E tem muito mais, como LC Negaum no The Voice e Maísa Campos em Cozinheiros em Ação.

Cidade Criativa
Santos recebeu o selo de Cidade Criativa por conta de projetos que estimulam a economia criativa. Os grandes destaques vão para as Vilas Criativas; Restaurante Escola, que ensina gastronomia a pessoas em situação de vulnerabilidade social; Instituto Querô, que ensina técnicas de audiovisual para jovens vulneráveis; Arte no Dique, um programa de inclusão cultural e social, através da música, com promoção de trocas internacionais.

Conexão também é um sobrenome de Santos
Segundo ranking da Medialogue Digital, é a segunda cidade mais conectada do Estado de São Paulo.

Promoção da educação é um destaque
A cidade de Santos é considerada um polo educador, por ter 110 escolas públicas, atendendo 50 mil alunos, de 3 a 18 anos; 10 instituições contemplando 40 mil alunos; e 9 bibliotecas públicas com 271.406 obras.

População amplamente contemplada no quesito “Saúde”
Existem 12 hospitais, 4 prontos-socorros públicos com atendimento 24 horas (UPAs), 32 policlínicas públicas com atendimento médico especializado e 11 farmácias 24 horas.

Segurança em primeiro lugar
Santos possui 7 Distritos Policiais, com atendimento especializado à mulher e ao turista, ampla cobertura com 700 câmeras de monitoramento na Cidade, ligadas ao centro de controle da Prefeitura Municipal, além de segurança realizada pela Guarda Municipal de Santos.

Monumentos históricos na Orla
A Orla de Santos não é perfeita apenas para admirar o mar e as flores no jardim. Também é possível um pouco da história da cidade por lá… Você pode encontrar o monumento em homenagem aos imigrantes japoneses, o do “pescador” (agradece aos pescadores que exercem atividade), o do “surfista” (homenagem a história do surf na cidade), 500 anos do descobrimento (um presente à comunidade portuguesa).

Um pedacinho de “lar”
O monumento do Peixe é o verdadeiro significado de “lar”. Muitas pessoas quando voltam de viagem ou que trabalham em outra cidade, quando veem “o peixe” já se sentem mais felizes por estarem chegando em casa.
O monumento pesa 35 toneladas e foi feito pelo artista plástico Rica Mota.

Centro de Santos
O Centro de Santos tem história em cada esquina. Para conhecer o que há de melhor, o único jeito é pegar o trem na Estação do Valongo e deixar que o guia conte um pouquinho do que há de melhor. Até quem nasceu na cidade se surpreende com o tanto que há pra aprender por lá.

Nascer, viver e no Santos morrer…
A Vila Belmiro e o Memorial das Conquistas é importante até para quem não torce pelo Santos. O local abriga objetos pessoais de grandes jogadores, como Pelé, troféus, bolas e até contratos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Notícias Relacionadas